Kimono; faixas; kimonos para jiu-jitsu; kimonos para jiu-jitsu em salvador; crossfit; roupas para crossfit; crossfit em salvador

Conheça os projetos sociais que apoiamos

Atualmente, são apoiados dois projetos que ensinam Jiu-Jitsu para crianças e adolescentes em Salvador (BA)

 

Contribuir para manter corpo e mente sãos, reduzir os níveis de ansiedade e desenvolver a autoconfiança são alguns dos benefícios que o Jiu-Jitsu traz para quem o pratica regularmente. Apesar de um número cada vez mais crescente de adeptos à arte suave, muitas pessoas ainda não conhecem as vantagens do esporte ou têm a oportunidade de vivenciar a experiência.

 

Foi justamente para levar o Jiu-Jitsu para crianças e adolescentes da periferia que nasceram os projetos Referência e Rato do Tatame, respectivamente localizados em Paripe e Nova Brasília de Itapuã, em Salvador. Ambas as iniciativas contam com o apoio da Zeux, que destina uma porcentagem de todas as vendas para contribuir com os custos dos projetos.

 

“O Jiu-Jitsu salva vidas e transforma. É um esporte que ensina o praticante a andar no caminho do meio, o caminho do equilíbrio. Diante de tudo que vivemos hoje, com tanta violência e cada vez menos educação de qualidade, precisamos de alternativas e mais oportunidades para nossas crianças e adolescentes. A Zeux entende que através do Jiu-Jitsu esse público pode ser instruído a seguir o caminho da disciplina, cuidado com a mente, corpo e solidariedade. Isso é ensinado todos os dias no tatame. Para nós, apoiar projetos que ensinem a arte suave reforça nossa conexão com o esporte e o desejo de construir uma sociedade melhor para todos”, explica Rafael Sampaio, CEO da Zeux.

 

Saiba mais sobre as iniciativas!

 

Projeto Referência
Localizado em Paripe, foi criado em 2015 e é liderado pelos mestres Álvaro Nobre e Victor Almeida, ambos faixa-preta de Jiu-Jitsu. De acordo com Nobre, o trabalho do Projeto Referência começou com foco em crianças, com o objetivo de apresentar o esporte como estilo de vida. “Comecei a fazer esse trabalho, que vai até hoje com a finalidade de mostrar o esporte para esse público. Estamos agregando valores dentro da arte suave, buscando fomentar bons atletas”, explica. 

 

Para Almeida, o projeto social tem sido importante para fomentar também o caráter dos jovens apoiados. “O Referência é mais do que uma equipe ou uma família, é um modo de viver. A política do Referência é fazer um bom Jiu-Jitsu, construindo e preservando valores como educação, empatia, respeito e solidariedade”, conta.

 

 

Rato de Tatame

Sediado em Nova Brasília de Itapuã, o projeto vem fazendo a diferença na vida de crianças e adolescentes da região. Para Lucas Dias, líder do Rato de Tatame, a iniciativa está levando a arte suave para a comunidade. “Uma frase que representa o projeto para mim é levar o esporte para além da defesa pessoal. Temos a satisfação de passar amor, carinho e segurança para os alunos. No projeto Rato de Tatame, nossas crianças aprendem o respeito e a honestidade. E usamos o Jiu-Jitsu como ferramenta de educação”, reforça.

 

Esse sentimento é vivenciado por quem é apoiado pelo projeto. É o caso de Evandro Fernandes, 12, que conta o motivo pelo qual frequenta as aulas: “gosto muito do projeto Rato de Tatame porque mudou a minha vida e a dos meus amigos”.